Kanji é a parte mais aterrorizante dos seus estudos de japonês? Não pense assim! Na verdade, estudar kanji também é muito legal e vai ter ajudar bastante com relação ao vocabulário. Incorpore essas dicas nos seus estudos e aprenda bem mais!

Kanji em kanji!

Vamos lá:

① Estudar kanji ativamente:

É dar atençao aos kanjis! Acontece muito de as pessoas deixarem os kanjis para depois independente de estar estudando por conta própria ou com professora. Acabam focando mais gramática e em outras coisas como significado e pronúncia que, claro, são muito importantes sim; porém o kanji TAMBÉM é e sem estudar o kanji adequadamente, você não vai conseguir subir de nível na língua japonesa. Corre-se o risco de ficar “preso” apenas no básico pois ao chegar no nível intermediário, a ocorrência dos furiganas será cada vez menor e você não vai ter aquela colinha que com a qual estava se acostumando. Não espere chegar ao final do seu estudo de nível básico para começar a estudar os kanjis, ok?

② Escreva de verdade os kanjis que aprender:
Sempre escreva os kanjis que for aprendendo! Pois quando você escreve, o seu cérebro entende que aquilo que você está fazendo é importante e está produzindo algo com aquela informação, portanto vai lembrar melhor desse conteúdo mais tarde. E outra coisa é que os kanjis têm padrões de repetição, ou seja, eles não são totalmente diferentes uns dos outros e isso é mais um ponto para facilitar seu estudo. Quem já estuda japonês há algum tempo certamente já percebeu isso. Não adianta ficar só escrevendo pelo computador, kanji tem que escrever NA MÃO, NO CADERNO, COM CANETA OU LÁPIS.

③Pegue materiais dos conteúdos que você gosta:

Por exemplo: se você gosta muito de algum artista e essa pessoa costuma escrever em redes sociais, use isso como material de estudo. Pegue para ler e vá destrinchando os pequenos textos, separe os kanjis que tiverem e aprenda. Claro que isso vale também para mangá, revista, o encarte daquele CD que comprou com muito esforço, qualquer coisa que você goste muito e esteja ao seu alcance. O importante é você ler e ter contato com os kanjis que não sejam os do seu livro de estudo. Vá aos poucos com pequenos trechos, frases, não precisa pegar de uma vez um volume inteiro de um mangá, por exemplo, pois é muita coisa de uma só vez! O importante é que seja um processo agradável para você. Mais tarde, quando aquelas palavras e kanjis fizerem parte da sua matéria de estudo, você vai acabar reconhecendo aquilo que já tinha estudado antes sem muito esforço e esse conhecimento vai ficar ainda mais solidificado na sua mente.

E a DICA BÔNUS que não poderia deixar de dar é para você fazer do CLUBE DO KANJI no Telegram! Conteúdo diário gratuito com kanji e vocabulário usando mangás e os mais diversos textos, onde você pode tirar suas dúvidas e ouvir explicações em áudio!
Então, não espere e venha participar do CLUBE DO KANJI!