Hoje quero compartilhar com vocês algumas experiências minhas pegando trem no Japão. Para quem não sabe, o japão tem uma capacidade ferroviária tremenda. Basicamente você pode visitar quase que o japão inteiro apenas andando de trem e metrô. Eu já fiquei muitos meses no japão e só peguei ônibus e carro quando precisei ir para áreas mais remotas, mais do campo. Dentro das grandes cidades, tudo o que você precisa é de um destino e um mapa de estações.

Dito isso, os mapas de trem e metrô das grandes cidades podem fazer a nossa cabecinha brasileiro surtar numa primeira olhada. O mapa parece muito confuso, por isso ao final do post vou apresentar uma ferramenta que pode te ajudar, caso você não curta muito ficar olhando para mapas.

Mas antes vamos para a história da semana. Quando eu fui para o Japão pela primeira vez foi para uma bolsa de estudos de 6 meses. Eu estava muito animada para passear, mas também fiquei com muito medo de me perder pegando trem. Eu tinha confiança de que se me perdesse, pelo menos ia conseguir pedir ajuda de algum funcionário para achar o caminho certo. Mas acabei esperando o momento certo para não ir sozinha.

No meu primeiro passeio de trem eu viajei com um grupo de amigos do mesmo curso que eu estudava. Nós estávamos morando em Saitama, que fica per perto de Tóquio e queríamos visitar o bairro mais fashion da cidade, Shibuya. Muitos podem dizer que o bairro fashionista de Tóquio é Harajuku, mas eu acredito que em Shibuya todos os estilos se convergem.

Como eu estava acompanhada de amigos que diziam saber o caminho, fui sem me preocupar com nada e não prestei atenção no caminho. Sabia que teríamos que fazer uma troca de linha em algum momento. Mas deixei tudo a cargo dos meus colegas. Estávamos esperando o trem chegar em uma estação específica, mas antes de chegar nessa estação ele parou em outra e ficou completamente vazio. Ficamos sentados achando que era uma estação onde o trem simplesmente esvaziava.

Mas logo um funcionário apareceu e nos disse “esse trem vai voltar para a estação de origem, vocês vão voltar?”. Nós levantamos correndo e saímos do trem bem a tempo. A porta fechou rápido. Foi uma sorte!

Desse dia em diante eu resolvi que iria aprender a usar o trem sem depender dos outros. Isso aconteceu em 2011, antes do boom dos smartphones. Eu não tinha um celular onde pudesse ficar verificando informações na rua, então eu precisava pesquisar de antemão. Foi então que descobri um site muito útil chamado ekitan. Nesse site você pode ver facilmente qual é o melhor trajeto para você. Nem sempre o trajeto mais rápido é o mais confortável, pois você pode precisar fazer muitas transferências. Por isso você precisa prestar atenção nos ícones com kanjis que indicam bem qual a melhor opção. Uma coisa que você precisa verificar: o valor da passagem! No Japão você paga um valor diferente dependendo de quão longo é o seu trajeto.

Passo 1: Escreva em japonês o nome da estação que deseja embarcar e depois a que deseja desembarcar. Escolha também o dia e o horário. Aperte o botão azul.

 

Passo 2: Escolha uma das opções. Atente aos ícones que indicam “rápido” (早), “barato” (安) ou “prático” (楽). Você prefere qual? Alguns trajetos vão apresentar mais de um ícone ou todos os ícones.

 

Verifique os detalhes. Qual o horário de embarque? Que horas vai passar o trem de transferência? Qual a plataforma? Quanto tempo dura a viagem? Tem até informação dizendo se vai fazer sol ou não.

 

Eu uso esse site até hoje quando preciso descobrir como chegar em algum lugar. Eu costumo procurar no Google Maps a estação mais próxima do local que quero chegar, então busco no Ekitan. Mas vale dizer que nem sempre todas as informações estarão corretas, por isso ao chegar na estação confirme o horário do seu trem.

O ruim do Ekitan é que não podemos escrever letras romanizadas, você precisa escrever o nome da estação em japonês, ou sistema não entenderá. Mas se você é um estudante de língua japonesa, esse site é uma boa oportunidade para aprender na prática. 😉

E você? Conhece algum site ou aplicativo bom para ver trajetos de trem no Japão? Compartilhe com a gente nos comentários! 😉

 

 

Advertisements