Já ouviu isso depois de ter dito que estava estudando japonês?

E as caras estranhas geralmente vêm acompanhadas das famosas “frases de efeito” : “mas aprender japonês pra que?” por que você não estuda inglês ou francês como as pessoas normais? (atenção ao “”””normais””””………)” e dentre várias outras frases que com certeza você sabe qual é. Só dei esses exemplos, mas a variação existente é imensa. A gente só está feliz e quer espalhar por aí a novidade, mas nem sempre se tem a melhor das recepções, não é mesmo?

Mas mais triste ainda quando esse tipo de recepção vem da nossa própria casa… Os pais ou as pessoas que moram junto achando tudo uma perda de tempo e que japonês “não vai servir para nada”. Esse é o primeiro desafio que muitos enfrentam e se for o seu caso, seja paciente. Essa história é sua, é você que vai escrevê-la, não seus pais ou seja lá quem for.

Ter o apoio de quem gostamos nas nossas decisões é importantíssimo para continuarmos motivados a seguir; mais uma vez eu digo: seja paciente e se possível converse mais detalhadamente sobre seus objetivos.

Também repito: tenha em mente que quem escreve a sua própria história é você. Aprendendo japonês além de você entender os animes, mangás, doramas e músicas que gosta vai te dar uma liberdade muito maior quando viajar ao Japão e aproveitar mais os passeios turísticos.

Sem contar as possibilidades de estudo e trabalho que estão abertas apenas para quem sabe japonês! No atual momento, infelizmente turistas não podem ir para o Japão ainda, mas quem é aprovado na seleção de bolsas de estudos ou de trabalho consegue ir.

Aprender japonês pode te abrir muitas portas e quem faz cara esquisita dizendo coisas como as que citei no início dessa conversa não faz a menor ideia disso e está enxergando o mundo de uma forma muito limitada.


Para aprender mais, venha para o Clube Nihongo Kakumei! Matrículas abertas o ano todo.

Conteúdo diário e gratuito especialmente sobre kanji, no Clube do Kanji no canal do Telegram!

Advertisement