Se você estuda a língua japonesa há algum tempo deve ter percebido que existe uma série de sufixos de tratamento que são usados nos nomes das pessoas. A primeira coisa que se aprende é que -San é tipo Sr. Ou Sra. e que é usado pra respeito e pra pessoas que você encontra pela primeira vez. Que não se usa entre amigos.

Depois você aprende o -chan e o -kun. Ambos servem para usar com o nome de amigos, sendo que o -chan é para meninas e o -Kun para meninos. Certo?

Bom, depois de um tempo estudando você começa a reparar em certas  “anomalias”, tipo -kun sendo usado para menina e -chan pra menino… Ou ainda Uma mãe chamando o filho de -san… Nesse momento você pode dramaticamente pensar “tudo o que eu aprendi é uma mentira”…

A verdade é que é um pouco difícil para qualquer um explicar o uso 100% correto desses sufixos. Isso é porque o uso de cada um deles depende muito não apenas da cultura japonesa, mas da cultura de cada subgrupo. Nisso existem influências como regionalismos e classe social.

Vamos ver os sufixos mais famosos e como podemos usar cada um deles.

-San

-San é o mais básico dos sufixos. Logo que começamos a estudar japonês, aprendemos que usamos -san para pessoas que não conhecemos bem, como uma forma de respeito. Ele equivale ao nosso “senhor”, “senhora” e “senhorita”. No entanto, vale lembrar que ele não é apenas usado nos mesmos casos que usamos os nossos “senhor”, “senhora”. Por exemplo, imagine que você esta conhecendo uma pessoa em um café. Essa pessoa aparenta ter mais ou menos a mesma idade que você. Você chamaria ela de senhor ou senhora? Por exemplo, diria:

Eu vou beber um chá. O que a senhora/o senhor vai beber?

Não diria isso, certo? A palavra senhora inclusive é muito forte para se usar para uma mulher. Parece que você está chamando ela de velha. O que absolutamente não acontece com o -san. Em japonês, supondo que o nome da pessoa seja Yamada, você poderia dizer.

私は紅茶を飲みます。山田さんは何を飲みますか。

Watashi wa koocha wo nomimasu. Yamada-san wa nani wo nomimasuka?

E isso não soaria estranho. Pois o -san não carrega ideia de idade, diferente de senhor/senhora em português.

Em algumas famílias mais abastadas e tradicionais, é normal vermos o uso dos tratamentos mais polidos possíveis entre os familiares. Então acabamos vendo casos em que os pais chamam os filhos de -san. Isso pode soar estranho, mas acontece mesmo!

-Chan e -Kun

O -chan é usado para falar com o nome de pessoas que você já tem uma certa intimidade. Mas dependendo da diferença de idade, não precisa nem ter tanta intimidade assim. Uma pessoas mais adulta pode usar -chan para falar o nome de uma criancinha. Ou ainda uma pessoa idosa pode usar -chan para falar o nome de uma pessoa adulta.

Nesses casos, mesmo não havendo uma real intimidade, o sufixo -chan pode ser usado para demonstrar carinho para com essa pessoa. Quando se enquadra nesses exemplos de não intimidade real, é usado geralmente acompanhando nomes de mulheres.

Mas atenção! O -chan também é usado com nomes de garotos ou homens principalmente quando chamados por suas namoradas, irmãs, ou mães.

O -kun é usado para se referir carinhosamente a um menino pequeno ou adolescente. Do mesmo modo que se usa -chan para meninas. É também usado para se referir a pessoas hierarquicamente abaixo de você no trabalho ou na faculdade (para homens e mulheres).

 

“Já falei para parar de usar -chan” – O Haru do anime Free! não gosta de ser chamado com -chan.

 

Alguns homens não gostam de serem chamados por -chan por acharem “fofinho” demais. Algumas mulheres também não gostam, principalmente em situações de trabalho, por acharem que isso diminui a autoridade delas. De todo modo, -chan e -kun nunca devem ser usados se você não tem intimidade com a pessoa. Alguns japoneses gostam de ficar amigos logo, outros nem tanto. Na dúvida, use sempre o -san.

Resumindo:

  • -san: Formal. Usado para falar com o nome de pessoas que você não tem intimidade (Exceção: usado entre membros de famílias ricas e importantes, como extrema expressão de respeito);
  • -chan: Informal. Usado para falar com o nome de meninas e mulheres como expressão de carinho (Exceção: usado com nome de meninos e homens por namoradas, irmãs, pessoas muito próximas, etc);
  • -kun: Informal. Usado para falar com o nome de meninos e homens como expressão de carinho (Exceção: usado com nome de meninas e mulheres por pessoas hierarquicamente acima. Como chefes, veteranos e veteranas).

Preste atenção nesses pequenos detalhes e você vai se dar bem!

Esse post foi útil? Não esqueça de compartilhar com os amigos que gostam da língua japonesa! 😉

Advertisements