O post de você vai para você que decidiu começar a estudar japonês agora e se sente uma pessoa perdida sobre como começar a direcionar seus estudos. Aqui vão algumas dicas para começar bem o seu caminho!

  • Aprender hiragana e katakana

É a primeira coisa que você precisa fazer! Você pode encontrar as tabelinhas em qualquer lugar da internet e claro que aqui também tem, então é só clicar aqui embaixo para baixar as suas e finalmente começar.

TABELA DE HIRAGANA || TABELA DE KATAKANA

  • O melhor jeito de aprender hiragana e katakana

Uma boa dica para memorizar as sílabas mais rápido é tentar escrever algo com elas. Você pode recorrer ao Google Tradutor para buscar as palavras e comece com os objetos mais simples, como agenda, lápis, óculos…

  • Estudar vocabulário, gramática e kanji

Estudando kanji, você também vai aprender vocabulário, esses praticamente andam em conjunto. Já tendo hiragana e katakana afiadíssimo na cabeça e correndo nas veias, já pode voar mais longe! Você pode usar a nossa playlist de gramática básica dos 30 dias de japonês. Tem um e-book para acompanhar os vídeos com explicações e exercícios.

  • O que é a prova de proficiência e para que serve?

Também conhecida como JLPT ou Nihongo Nouryoku Shiken, basicamente é um certificado emitido pelo governo japonês que atesta que você tem um determinado nível de conhecimento da língua japonesa. Esse certificado é importante se você deseja concorrer a uma bolsa de estudos ou alguma vaga de emprego em empresa japonesa. Como iniciante, a sua primeira grande missão na jornada é conseguir o N5, o nível mais básico.

  • Quanto tempo preciso estudar para atingir cada nível da prova de proficiência?

N5, N4, N3, N2, N1: onde o N5 é o nível mais básico e o N1 é o nível mais avançado. Com 1 ano bem dedicado aos estudos, você consegue passar no N5. Aqui no Brasil, a prova é aplicada 1 vez por ano, em dezembro. Mais detalhes do que é requerido em cada nível, você pode visitar o site oficial da prova (disponível apenas em japonês ou inglês) e inclusive tentar fazer as questões de amostra disponíveis.

  • Como posso estudar kanji melhor?

Praticando a leitura e a escrita; você vai perceber várias palavras podem usar o mesmo kanji mas com leituras diferentes. Aprenda bem os kanjis mais básicos, eles serão importantes para os que virão depois.

  • Preciso mesmo saber escrever os kanjis?

A gente aprende melhor quando estamos escrevendo “de verdade” usando nossa mão e um lápis, é muito mais fácil fixar o que é escrito a mão do que o escrito digitado. E é muito importante para conhecer a ordem de traço e ir memorizando.

  • Qual dicionário recomenda?
    Falando de app, um muito bom é o Midori, que infelizmente só tem disponível para iOS.  Para Android, tem o Takoboto. Ainda, tem esse post aqui com algumas recomendações de outros aplicativos tanto de iOS quanto Android e outras coisinhas que podem ajudar você no estudo.

Quanto a dicionário de papel, uma boa recomendação é o da Noemia Hinata, que tem tanto nas versões Japonês- Português (verde) quanto Português- Japonês (vermelho). São romanizados e geralmente podem ser encontrados nas livrarias especializadas em materiais japoneses do bairro da Liberdade, em São Paulo.

Assista também o vídeo para ver mais detalhes das dicas citadas aqui. Bons estudos e ganbatte!