A gente já entendeu bem o quanto kanji é fundamental no estudo de língua japonesa, agora vamos enumerar aqui o que se perde quando não se sabe ler kanji, se liga só:

1- Sem ler kanji você não consegue se guiar pelas estações do metrô

As estações de metrô e trem do japão comumente têm nomes utilizando kanji. Mesmo que algumas placas tenham a leitura com o furigana e mesmo romanizadas, muitas têm apenas o kanji. Se você não souber ler, pode acabar se perdendo.

Yusuke já teve problemas por não saber ler kanji! Ele não era muito de estudar, né… | anime Yu Yu Hakusho

2- Sem ler kanji você não vai conseguir ler os mangás em japonês

Alguns mangás, com teor mais infantil ou jovem, têm a leitura em furigana. Mas quanto mais voltado para o público adulto for a publicação, menor a chance dos kanjis apresentarem alguma leitura, então você pode acabar não conseguindo ler seu mangá favorito, o que também não é legal, né?

3 -Sem ler kanji você não consegue entender os menus nos restaurantes

Muitos restaurantes geralmente não possuem cardápios em inglês para estrangeiros.

Nos menus japoneses normais, o comum é não haver leitura e além disso, em muitos deles a escrita dos kanjis no menu é estilizada, o que pede um conhecimento maior da caligrafia. Para deixar tudo mais complexo, muitos têm até o preço das refeições escrito em kanji!

4- Sem ler kanji você não consegue entender corretamente as instruções gerais

Muitas placas e avisos ditam o comportamento esperado na sociedade japonesa. Além de coisas como “proibido entrar”, “proibido fotografar”, “siga pela direita”, “assento preferencial”, entre outras, você pode ficar em apuros se não conseguir ler os formulários que precisa preencher. Nem sempre vai haver auxílio do furigana.

5- Sem ler kanji você não consegue ler as notícias online e e-mails

Para conseguir ler notícias, ou qualquer outro conteúdo online, como e-mails, você precisa saber ler kanjis. Isso é porque é muito difícil encontrar sites com textos que tenham furiganas. Se você quiser trocar e-mails ou mensagens com japoneses, saber kanji é obrigatório.

Por mais que se tenham ferramentas para ajudar com a leitura nos navegadores da internet, a ideia é que se dependa o menos possível delas, pois podem haver momentos durante a tão sonhada viagem ao Japão ou mesmo em provas para bolsas, entrevistas de emprego nos quais você não vai poder ter ajuda de nenhuma ferramenta eletrônica, só vai poder contar com o seu conhecimento. Então, é bom começar a construir esse conhecimento o quanto antes, não é mesmo?