Hoje eu vou ensinar um modo para você superar de vez a dificuldade da quantidade de kanjis a serem estudados.

Como você deve saber, para conseguir ser considerado uma pessoa alfabetizada em kanji, é preciso saber os principais kanjis mais usados na sociedade japonesa, mas a questão é que esses kanjis são cerca de 2 mil no total. Muitos, né?

Então como fazer para navegar este mar de kanjis? Vou dar algumas dicas:

– Separe os kanjis por nível.

Você pode separar os kanjis para serem atacados por níveis da prova de proficiência. Pegue as listas na internet para saber quantos e quais kanjis você precisa saber em cada nível.

– Estude os kanjis por etapas.

Não tente abraçar o mundo todo de uma vez. Entenda que aprender japonês é um processo que não acontece da noite pro dia, e você não vai conseguir aprender os 2 mil kanjis em um único ano. Não tente forçar a barra colocando um número impossível para aprender em curto espaço de tempo e sentir frustração por não ver seu estudo avançando. Aproveite a sua jornada, kanji por kanji.

– Não preste tanta atenção nas leituras individuais

Sabemos que cada kanji tem mais de uma leitura. Às vezes um único kanji tem mais de 5 leituras. Como saber qual leitura é a correta?

O segredo é não ficar pensando tanto na leitura e sim verificar quais palavras utilizam esse kanji e como é a leitura nessas palavras.

Por exemplo, o kanji de cima , tem leituras comuns じょう e うえ. Mas quando se usa com nomes de pessoas e lugares tem uma leitura especial, que é かみ.

Como estudar kanji não é um processo isolado, use as dicas de hoje em conjunto com essas aqui dos posts anteriores:

Como aprender mais vocabulário com kanji

Como lembrar kanji mais facilmente